Eduardo Costa - Site Oficial

Menu

Voltar para Discografia

No Buteco II

Imagem do cd
Fechar Janela

É Isso Aí

É isso aí

Como a gente achou que ia ser

A vida tão simples é boa...é quase sempre

É isso aí

Os passos vão pelas ruas

Ninguém reparou na lua

A vida sempre continua

Eu não sei parar de te olhar

Eu não sei parar de te olhar

Não vou parar de te olhar

Eu não me canso de olhar

Não sei parar de te olhar

É isso aí

Há quem acredita em milagre

Há quem cometa maldade, ha quem não saiba dizer a verdade

É isso aí

Um vendedor de flores

Ensinar seus filhos

A escolher seus amores

Eu não sei parar de te olhar

Eu nao sei parar de te olhar

Não sei parar de te olhar

Eu não me canso de olhar

Não sei para de te olhar

Não me canso de te olhar

Fechar Janela

Culpados

 

Tá pior assim

Não foi bom pra mim

Com certeza tá difícil pra você também

Você quis eu quis Passo infeliz

Foi besteira separarmos não pensamos bem

Eu sei que faço falta em sua vida

Eu sei o seu desejo de voltar

Por outro lado fico sem saída

E sem você amor também não sei ficar

Nos braços da dor eu me prendo

Lembrando o que a gente viveu

Você também sofre por dentro

Pensando no sorriso meu

Por medo de errar nos erramos

Culpados por não perceber

Que a gente foi feito um pro outro

Eu sempre vou ser de você

Fechar Janela

Essa Moça

Deus eu quero ver aquela moça bem mais perto de mim

Seus olhos tem um verde bem mais verde do que o verde-capim

Quando eu lhe vejo até pareço um beija-flor de manhã

sobrevoando os campos pra beijar a doce flor da maçã

 

Deus por essa moça eu me arrasto feito cobra no chão

escondo meu veneno e me entrego com amor e paixão

Sem ela eu me perco e fico feito um sabiá sem laranjeira

Sem ela sou um dia de ressaca em dia de segunda-feira

 

Sem ela sou alguém pela metade,

sou um grito de saudade sufocado e sem razão

Sem ela...

Sem ela eu me sinto uma cidade destruída na maldade

pela força de um vulcão

Com ela posso ser um colibri,

canarinho ou bem-te-vi preso ou livre mundo a fora

Com ela sou visita inesperada que não tem hora marcada

e nem pressa de ir embora

Fechar Janela

Abandonado

Abandonado por você

Tenho tentado te esquecer

No fim da tarde uma paixão

No fim da noite uma ilusão

No fim de tudo a solidão

Apaixonado por você

Tenho tentado não sofrer

Lendo antigas poesias

Rindo em novas companhias

E chorando por você

 

Mas você não vem

Nem leva com você

Toda essa saudade

Nem sei mais de mim

Onde vou assim

Fugindo da verdade

 

Abandonado por você

Apaixonado por você

Sem outro porto ou outro cais

Sobrevivendo aos temporais

Essa paixão ainda me guia

 

Abandonado por você

Apaixonado por você

Eu vejo o vento te levar

Mas tenho estrelas pra sonhar

E ainda te espero todo o dia

Fechar Janela

Bandida

Deus, ela foi capaz de pedir pra entender

seu sentimento por alguém,

Deus, ela foi capaz de me dizer que gosta de outra

pessoa,

olhando assim nos olhos meus.

Deus, ela enxugou meu pranto...

foi assim que aconteceu.

Deus ela conseguiu me destruir em um segundo,

Deus, ela fez de mim o menor homem do mundo.

Deus, com uma frase ela me jogou no chão,

ela disse que eu não sou mais dono do seu coração...

Deus, eu sempre fui tão controlado, não,

não quero ser um homem errado,

mas essa situação está virando uma tortura,

Deus, não deixe eu cometer uma loucura...

Tire essa mulher de mim, de dentro da minha cabeça,

apague do meu pensamento, faça que eu esqueça...

tire essa mulher de mim, me livre desta situação,

Deus renove a minha vida,

tire essa bandida do meu coração...

Fechar Janela

Toneladas de Paixão

Quando eu te vi me apaixonei,

Tive que seguir meu pensamento,

Eu não sou de ferro e nem de aço,

Nem meu coração é de cimento.

 

Quando eu te vi não segurei,

Fui me desmanchando de paixão,

Eu já não dou conta do que faço,

Já não mando mais no coração.

 

Me atirei igual á água, quando desce a cachoeira,

Me acendi feito uma brasa, com o vento na fogueira,

Me atirei sem para-quédas, e voei no seu espaço,

Fui cair feito uma pedra, no calor do seu abraço.

 

Emoção tomando conta, meu olhar virou goteira,

Fiquei leve igual criança, quando cai na brincadeira,

Pela estrada do destino, sigo em sua direção,

Por você vou carregando toneladas de paixão.

 

Quando eu te vi não segurei,

Fui me desmanchando de paixão,

Eu já não dou conta do que faço,

Já não mando mais no coração.

 

Me atirei igual á água, quando desce a cachoeira,

Me acendi feito uma brasa, com o vento na fogueira,

Me atirei sem para-quédas, e voei no seu espaço,

Fui cair feito uma pedra, no calor do seu abraço.

 

Emoção tomando conta, meu olhar virou goteira,

Fiquei leve igual criança, quando cai na brincadeira,

Pela estrada do destino, sigo em sua direção,

Por você vou carregando toneladas de paixão.

 

Emoção tomando conta, meu olhar virou goteira,

Fiquei leve igual criança, quando cai na brincadeira,

Pela estrada do destino, sigo em sua direção,

Por você vou carregando toneladas de paixão.

Por você vou carregando toneladas de paixão.

Fechar Janela

Pedindo Amor

Mais uma noite

Não pude te esquecer um só instante

Lembrei assim

De todos os momentos que eu te fiz sofrer

Duvidei do teu amor a cada dia

Quis ser dono do seu pensamento

Ilusão

Hoje veja o que restou de mim

Talvez agora,

Depois que tanto tempo se passou

No seu coração

A mesma saudade fez você lembrar

Quando a gente ama enlouquece

Quase esquece de dizer

Então vem amor

Vamos acender nossa paixão

Meu coração está pedindo amor

E é só você que pode me entregar

Qualquer dia qualquer hora

Vem amor não demora

Venha me amar

Não tenha medo de voltar pra mim

É tão bonito a gente perdoar

Eu te amo de verdade

É a nossa felicidade

Te pedindo pra ficar

Fechar Janela

Tá no Meu Coração

Vai passando o tempo

Horas que não voltam

Tantos sentimentos, jogados ao vento

Um desejo ardente, de ser mais amado

De sentir de novo, você do meu lado

Um amor quando escapa entre os dedos e vai sem direção

Só encontram amores que não dão em nada que vem e que vão

Tá no meu coração te amar

Não é ilusão sonhar,

Quando tem paixão no olhar

Tá no coração te amar

Tá no meu coração te amar

Não é ilusão sonhar

Quando tem paixão no olhar

Tá no coração te amar.

Fechar Janela

Interior

Gosto de pisar na terra molhada,

Gosto de colher fruto no pé

Do céu estrelado e vaga-lume

Peixe de rio, igarapé

Gosto de acordar com passarinhos

Fazendo folia de manhã

De cheiro de mato e flor se abrindo

Bicho no cio, interior

 

Gosto de viola e violeiro

Ventania balançando a plantação

Namorar você o dia inteiro

Nosso amor na noite escura é um clarão

No seu corpo o fruto doce da paixão.

Fechar Janela

A Vida Tem Dessas Coisas

 

Se você já não me quer

não precisa ter pena de mim

Faça o que você quiser

talvez seja melhor assim

 

Se você pensa em outro alguém

desejo sua felicidade

Mas não quero que fique comigo

só por piedade

 

Se você disser adeus, não vou chorar

Eu vou dar tempo ao tempo

mas não vou deixar de te amar, te esperar...

Se você disser adeus, não vou sofrer

Sei que o mundo lá fora vai te ensinar a viver,

me amar, me querer

 

 

E quando a saudade te pegar no caminho

lembre que estou tão sozinho

esperando você voltar

 

A vida tem dessas coisas...

No amor a gente às vezes perde pra depois ganhar

Mas se o destino for ficar com você

O que tem que ser será

 

Se você disser adeus, não vou chorar

Eu vou dar tempo ao tempo

mas não vou deixar de te amar, te esperar...

Se você disser adeus, não vou sofrer

Sei que o mundo lá fora ...

Fechar Janela

Saudade

 

Você sempre fez os meus sonhos,

Sempre soube dos meus segredos,

Já faz muito tempo, eu nem me lembro quanto tempo

faz.

O meu coração não sabe contar os dias e a minha cabeça

já está tão vazia,

Mas a primeira vez, ainda me lembro bem,

Talvez eu seja o seu passado e mais uma página

que foi do seu diário arrancada.

Sonho, choro e sinto,

que resta uma esperança, saudade, quero arrancar essa

página...

Da minha vida!

Fechar Janela

Meu Anjo

Dentro de você mora um anjo 

que abençoou minha vida 

Com esses olhos de fogo, 

lábios de mel, pele macia

 

Dentro de você mora um anjo 

que me faz viver e sonhar 

Um anjo doce do bem 

Meu coração é refém 

preso no seu olhar

 

Cego de paixao, 

louco de prazer, 

eu vou te amando 

Dentro desse amor 

eu não consigo ver 

o tempo passando

 

Eu e meu anjo 

dentro do paraíso 

O amor que eu preciso 

Eu e meu anjo 

nada é proibido 

Nosso amor corre livre 

Eu e meu anjo 

quando a gente se ama 

faz o mundo parar 

Meu anjo, Meu anjo... 

Eu e meu anjo 

nessa loucura de amar.

Fechar Janela

Feito Eu

 

Caminhando sem saber pra onde sem destino certo

No peito a saudade sua coração deserto

No rosto de cada pessoa eu vejo você

Parece que vejo seus olhos querendo me ver

 

Será que você me procura por todos os bares?

Será que ainda me ama apesar dos pesares

Será que você já dormiu por ai com alguém

E falou meu nome pra ele também?

Ficou assustada e depois disfarçou

Será que você já sonhou com nós dois abraçados

E quando acordou, não me viu do seu lado?

Você pôs a boca no mundo e chorou

 

Feito eu perdido pela madrugada

Contando os passos na calçada

Brigando com a solidão

Feito eu com essa paixão escondida

Você me guarda em sua vida

E desse amor não abre mão.

Fechar Janela

Tudo de Novo

Eu quero tudo de novo

Sentir seu corpo suado

E molhado de beijos

Eu quero sempre mais

Ah ! Como eu quero mais

Eu quero tudo de novo

Olhos nos olhos queimando

De tanto desejo

Eu quero sempre mais

Ah ! Como eu quero mais

Você

 

A roupa que eu quero vestir

Essa noite é você

Pra descobrir as estrelas

Do nosso prazer

Como se o tempo e a vida

Ficassem parados pra nós

Numa viagem debaixo

Dos nossos lençóis.

Fechar Janela

Amor de Violeiro

 

Moça, eu não sei falar

Coisas bonitas pra te conquistar

Eu tenho só uma viola, moça

Eu só sei cantar

 

Moça, eu não tenho dinheiro

Minha riqueza eu vou te contar

É um braço da viola, moça

Eu só sei cantar

 

Moça, se você parar um pouco

Pra me ouvir

Em alguns minutos vai me descobrir

Enxergar o fundo do meu coração

 

Moça eu já sei que o papo agora

É só ficar

Mas eu to querendo mesmo é me casar

Se me achar careta

Te peço perdão

Mas eu quero falar com seus pais

Pedir a sua mão

 

E se você aceitar o amor de um violeiro

O seu coração vai ser meu paradeiro

Eu e a viola e uma eterna canção

Moça, eu não tenho pressa pra te conquistar

O braço da viola vai me consolar

Até você abrir de vez seu coração.

CARRENGADO...