Eduardo Costa - Site Oficial

Menu

Voltar para Discografia

Coração Aberto

Imagem do cd
Fechar Janela

Para afastar a solidão

Amor, andei pensando no que me falou

que seu amor por mim se acabou

que não existe nada entre nós dois

amor, eu fiquei triste com essa indecisão explode o peito e queima o coração

mais tenho que entender

que só consigo amar você

que vou morrer de solidão

refrão

e quando a solidão me pegar

eu vou tentar disfarçar

que arranjei outra paixão

eu sei que vai doer no meu peito

mais não tem outro jeito

pra afastar a solidão

amor, andei pensando no que me falou.

Fechar Janela

Coração aberto

A Gente Tem Que Conversar

E Por As Coisas No Lugar

Um Amor Que É Tão Bonito

Bem Maior Que O Infinito

Nunca Pode Acabar

 

O Seu Orgulho É Tão Cruel

Tem Gosto Amargo Feito O Fel

Desde Que A Gente Se Separou

Já Não Sei Nem Quem Eu Sou

Tô Perdido Pelas Ruas

Feito Um Cão Sem Dono

Perdido No Abandono

Implorando Teu Carinho

Sem Seu Amor Me Sinto Uma Criança

Mais Não Perco A Esperança

Sei Que Um Dia Eu Vou te Amar

 

Refrão:

 

Me De Uma Chance De Explicar

O Quanto Eu Amo Você

Não É Amor De Carnaval

O Meu Amor É Real

Você Tem Que Entender

 

Me De Uma Chance De Explicar

Que Sem Você Não Sei Viver

Eu Te Quero Aqui Por Perto

To De Coração Aberto

To Querendo Amar Você

 

O Seu Orgulho É Tão Cruel

Tem Gosto Amargo Feito O Mel

Desde Que A Gente Se Separou

Já Não Sei Nem Quem Eu Sou

Tô Perdido Pelas Ruas

Feito Um Cão Sem Dono

Perdido No Abandono

Implorando Teu Carinho

Sem Seu Amor Me Sinto Uma Criança

Mais Não Perco A Esperança

Sei Que Um Dia eu vou te amar

Refrão:

 

 

Me De Uma Chance De Explicar

O Quanto Eu Amo Você

Não É Amor De Carnaval

O Meu Amor É Real

Você Tem Que Entender

 

Me De Uma Chance De Explicar

Que Sem Você Não Sei Viver

Eu Te Quero Aqui Por Perto

To De Coração Aberto

To Querendo Amar Você

To Querendo Amar Você

To De Coração Aberto!!!

Fechar Janela

Fera machucada

O meu peito está doendo

Minha cabeça está na lua

Coração descompassado

Deve ser saudade sua

Quando a noite vai caindo

Eu começo a sofrer, o meu peito está

Ferido com saudades de você, e sozinho

Nessa casa não tá dando pra viver

Sou uma fera machucada abandonada

No caminho, so um passaro perdido

Procurando por seu ninho

Sou um homem desprezado

Implorando os teus carinhos

E toda a noite é assim

Você presente em mim

Eu não consigo esquecer

A nossa cama está fria

E a minha vida vazia

Vive esperando você.

Fechar Janela

Forró com viola

Pra dançar forró não precisa de sanfona

Precisa de uma viola e uma morena gostosona

Pra dançar forró não precisa de sanfona

Precisa de uma viola e uma morena gostosona

O batido da viola e o toque do meu violão

E o requebrado da morena machuca meu coração

O arrasta pé ta bom demais e a viola vai tocando

Sob a luz do lampião a mulherada vai dançando

Pra dançar forró não precisa de sanfona

Precisa de uma viola e uma morena gostosona

Pra dançar forró não precisa de sanfona

Precisa de uma viola e uma morena gostosona

No meio dessa folia o trem esta ficando bom

E aparece um safado e apaga o lampião

Todo sujo de poeira e no meio da escuridão

É uma troca, troca de mulher.

E o homem quer passar a mão

Pra dançar forró não precisa de sanfona

Precisa de uma viola e uma morena gostosona

Pra dançar forró não precisa de sanfona

Precisa de uma viola e uma morena gostosona

O batido da viola e o toque do meu violão

No meio dessa folia o trem esta ficando bom

E aparece um safado e apaga o lampião

Todo sujo de poeira e no meio da escuridão

É uma troca, troca de mulher.

E os homens querem passar a mão

Pra dançar forró não precisa de sanfona

Precisa de uma viola e uma morena gostosona

Pra dançar forró não precisa de sanfona

Precisa de uma viola e uma morena gostosona

Pra dançar forró não precisa de sanfona

Precisa de uma viola e uma morena gostosona

Pra dançar forró não precisa de sanfona

Precisa de uma viola e uma morena gostosona.

Fechar Janela

Ilusão

Eu te quero como o rio quer o mar

te desejo muito mais que o próprio ar

eu te venero,te quero

toda noite eu te espero como um louco

coração bate apressado e que sufoco

e eu choro, eu choro...

isso não é uma declaração de amor

só estou te confessando a minha dor

a minha dor, a minha dor, dor de amor

refrão

seu amor pra mim é uma necessidade

não entendo porque tanta crueldade

comigo

o amor que eu te dei foi tudo vão

e hoje vejo que você foi ilusão

e apesar de te amar

sei que posso suportar a solidão

eu te quero como um rio quer o mar.

Fechar Janela

É de madrugada

 

É de madrugada

Estou sozinho em casa

No peito uma dor

Chamando seu amor

Queima feito brasa

Estou louco aqui sozinho

Sem ter o seu carinho

Perdido em minha solidão

Nao sei o que fazer

Só penso em vc

Dona do meu coração

 

É de madrugada...

 

 

È de madrugada...

 

Vem vem

Não posso mais ficar sozinho

Eu quero ter o seu carinho

Eu quero ter o seu amor

Vem vem

Não importa o que você4 fez no passado

Eu quero é ter você do meu lado

Eu quero ter o seu amor

 

É de madrugada...

 

Vem vem...

 

Vem vem...

 

È de madrugada.

Fechar Janela

Mulher bandida

Esta mulher é uma bandida

Já bagunçou a minha vida

Esta querendo me matar

A gente briga, a gente rola e me minha cama ela chora

Fica louca pra me amar

 

Ela é bandida eu sei que é

Eu tô amando esta mulher

Eu tô maluco de paixão

Eu passo a noite no buteco

Bebo cerveja no caneco

Pra sufocar a solidão.

 

Fechar Janela

Perecebi tarde demais

Percebi tarde demais,

Que te perdi.

Percebi tarde demais,

Que sem você não sei viver,

Percebi tarde demais

que seu amor por mim morreu,

Se você antes sofria,

Hoje quem sofre sou eu.

Percebi tarde demais,

que você não é mais menina

Que é a deusa dos meus sonhos,

a mulher que me fascina.

 

Refrão:

Se eu te perdi,

Eu sei que a culpa não é sua,

Procurei amor na rua,

Uma aventura qualquer,

Se eu te perdi,

eu sei que eu fui o culpado.

Sei que eu fiz tudo errado,

Eu não soube te amar.

Fechar Janela

Volta

Fechar Janela

Borbulha de amor

Tenho um coração 

Dividido entre a esperança e a razão 

Tenho um coração 

Bem melhor que não tivera

 

Esse coração 

Não consegue se conter ao ouvir tua voz 

Pobre coração 

Sempre escravo da ternura

 

Quem dera ser um peixe 

Para em teu límpido aquário mergulhar 

Fazer borbulhas de amor pra te encantar 

Passar a noite em claro 

Dentro de ti

 

Um peixe 

Para enfeitar de corais tua cintura 

Fazer silhuetas de amor à luz da lua 

Saciar esta loucura 

Dentro de ti

 

Canta, coração 

Que esta alma necessita de ilusão 

Sonha, coração 

Não te enchas de amargura

 

Esse coração 

Não consegue se conter ao ouvir tua voz 

Pobre coração 

Sempre escravo da ternura

 

Uma noite 

Para unirnos até o fim 

Cara a cara, beijo a beijo 

E viver para sempre 

Dentro de ti.

Fechar Janela

Abandonado

Abandonado por você

Tenho tentado te esquecer

No fim da tarde uma paixão

No fim da noite uma ilusão

No fim de tudo a solidão

Apaixonado por você

Tenho tentado não sofrer

Lendo antigas poesias

Rindo em novas companhias

E chorando por você

 

Mas você não vem

Nem leva com você

Toda essa saudade

Nem sei mais de mim

Onde vou assim

Fugindo da verdade

 

Abandonado por você

Apaixonado por você

Sem outro porto ou outro cais

Sobrevivendo aos temporais

Essa paixão ainda me guia

 

Abandonado por você

Apaixonado por você

Eu vejo o vento te levar

Mas tenho estrelas pra sonhar

E ainda te espero todo o dia.

Fechar Janela

Preciso esquecer que chorei

Nas ruas da cidade

Te busco todo dia

Mas eu volto pra casa buscando os pedaços do coração

 

Os becos do passado

Revivo fantasia

Os pedaços de alguém que guardei nas lembranças do coração

 

Sonhos que me levam a loucura

Parece uma doença essa tortura

Sem te achar te perco até de mim

Vai a noite e vem a madrugada

E eu nesta paixão alucinada

Não aguento mais viver assim

 

Quero seu amor de qualquer jeito

Eu te amo, eu te quero, eu te aceito

Os seus erros eu já perdoei

Quero seu amor de qualquer jeito

Eu preciso esquecer, não tem jeito

Eu preciso esquecer que chorei.

Fechar Janela

Tô indo embora

Sinto que você está dividida

Entre ele e eu

Não sabe o que é melhor pra sua vda

Se é ele ou eu

Sinto que essa dúvida te cala

Toda vez que alguém

Vem te perguntar quem mais lhe agrada

Nem eu mesmo sei...

 

Eu já fiz de tudo pra entender

O que me faz tão parecido assim com ele

O que me falta que vc procura nele

O que é que eu tenho que ele ainda não te deu

Diga quel dos dois tem mais ciúme

O que mais sofre quando vc vai embora

Eu só te digo que se tem um que lhe adora

Esse alguém sou eu

 

Se ele tem seus beijos e carícias

Também tenho eu

Se ela chora quando está sozinho

Também choro eu...

Eu acho que devemos dar um jeito

Nessa situação

Dois amores dentro do seu peito

Num só coração...

 

Eu já fiz de tudo pra entender

O que me faz tão parecido assim com ele

O que me falta que vc procura nele

O que é que eu tenho que ele ainda não te deu

Diga qual dos dois tem mais ciúme

O que mais sofre quando vc vai embora

Eu só te digo que se tem um que lhe adora

Esse alguém sou eu.

Fechar Janela

A mulher que eu tanto amo

A mulher que eu tanto amo na vida

nesse instante esta tão longe de mim

sua ausencia em minha vida me apavora

me deixando um desespero sem fim

as recordaçoes me fazem voltar

ao nosso passado de amor e paz

são lembranças que me fazem chorar

pois eu sei, não voltará nunca mais

 

como é triste olhar em volta e não ver

o seu corpo bem pertinho do meu

só me resta de tristeza morrer

com a dor amarga desse adeus

 

as recordaçoes me fazem voltar

ao nosso passado de amor e paz

são lembranças que me fazem chorar

pois eu sei, não voltará nunca mais

 

como é triste olhar em volta e não ver

o seu corpo bem pertinho do meu

só me me resta de tristeza morrer

com a dor amarga desse adeus.

Fechar Janela

É o amor

Eu não vou negar que sou louco por você 

Tô maluco pra te ver 

Eu não vou negar 

Eu não vou negar, sem você tudo é saudade 

Você traz felicidade 

Eu não vou negar 

Eu não vou negar, você é meu doce mel 

Meu pedacinho de céu 

Eu não vou negar 

Você é minha doce amada, minha alegria, meu conto de fada 

Minha fantasia, a paz que eu preciso pra sobreviver 

Eu sou o seu apaixonado, de alma transparente 

Um louco alucinado meio inconseqüente 

Um caso complicado de se entender... 

É o amor, que mexe com a minha cabeça e me deixa assim 

Que faz eu pensar em você e esquecer de mim 

Que faz eu esquecer que a vida é feita pra viver 

É o amor, que veio como um tiro certo no meu coração 

Que derrubou a base forte da minha paixão 

Que fez eu entende que a vida é nada sem você 

Eu não vou negar, você é meu doce mel 

Meu pedacinho de céu Eu não vou negar 

Você é minha doce amada, minha alegria, meu conto de fada 

Minha fantasia, a paz que eu preciso pra sobreviver.

Fechar Janela

Diz pro meu olhar

Quantas vezes em silêncio, desejei sumir daqui

Ir buscar meus sonhos em outro caminho

E ao abrir aquela porta pra sair eu me toquei

Que nas ruas eu estava mais sozinho

Já dormi em outros braços, mas não pude te esquecer

O meu coração queimava feito brasa

Parecia um pesadelo viver longe de voce

E é por isso que voltei pra nossa casa

De saudade toda noite eu chorava

 

Não vou mais deixar, outro amor assim me machucar

Diz pro meu olhar, se vai me perdoar

(BIS)

 

Quando penso em nos dois, eu sinto raiva do que fiz

As lembranças vem molhar o meu sorriso

Tudo que eu mais queria estava perto e eu não vi

No inferno é que se vê o paraiso

Hoje eu sei tudo que quero e que preciso.

Fechar Janela

Mexidinho dela

Eu vou naquele forro, não e pra dançar

Tem um motivo especial que me prende lá

Um encanto de menina que da gosto ver

Ouve o Eduardo Costa e começa a mexer

 

Dançando ela da um show no salão

Seu rebolado balança o meu coração

Tenho que me controlar para que não aconteça

Tudo aquilo que passa dentro da minha cabeça

 

O mexidinho dela mexe comigo

Mexendo daquele jeito ela corre perigo

O mexidinho dela me da uma suadera

Tenho que me controlar para não fazer besteira

 

Eu vou naquele forro, não e pra dançar

Tem um motivo especial que me prende la

Um encanto de menina que da gosto ver

Ouve o toque da sanfona e começa a mexer

 

Dançando ela da um show no salão

Seu rebolado balança o meu coração

Tenho que me controlar para que não aconteca

Tudo aquilo que passa dentro da minha cabeça.

Fechar Janela

Não acredito

Se você olhar meus olhos

e disser que me esqueceu

que existe em sua vida

outro amor melhor que o meu

não acredito

se alguém tocar seu corpo

nos caminhos onde andei

pode até sentir seu gosto

mais te amar como eu te amei

não acredito

me querer é seu castigo

e você tem que suportar

e lembrar até na hora

que um outro te tocar

se ele te fizer carinho

e você sentir tesão

vai doer mais que espinho

se não for a minha mão

refrão

não acredito

que você possa

deitar com outro

e tentar me esquecer

só acredito

na nossa história

o meu destino

é ficar perto de você

se alguém tocar seu corpo.

Fechar Janela

Só o tempo

 

Só o tempo é que pode

Entender um grande amor

Só o tempo é que pode

Acalmar a minha dor

Só o tempo é que pode

Me trazer você de volta

Sei que um dia vai voltar

E bater na minha porta

 

E se voltar eu estarei aqui

Com o peito aberto pra te receber

O meu coração não esqueceu

que um dia eu amei você

E se voltar eu estarei aqui

Com o peito aberto pra te receber

O meu coração não esqueceu

que um dia eu amei você.

Fechar Janela

Ainda ontem chorei de saudades

Você me pede na carta que eu desapareça 

Que eu nunca mais te procure, prá sempre te esqueça 

Posso fazer sua vontade, atender seu pedido 

Mas te esquecer é bobagem, é tempo perdido 

Ainda ontem chorei de saudade 

Relendo a carta, sentindo o perfume 

Mas que fazer com essa dor que me invade 

Mato esse amor ou me mata, o ciúme 

O dia inteiro te odeio te busco e te caço 

Mas em meu sonho de noite eu te beijo e te abraço 

Porque os sonho são meus ninguém rouba e nem tira 

Melhor sonhar na verdade, que amar na mentira.

Fechar Janela

As águas de São Francisco

As águas do São Francisco estava por cima da ponte 

Este é o grande motivo que eu não pude atravessar 

Mas isso eu achei foi bom, fui obrigado a voltar 

Pra casa do meu amor e passei a noite por lá 

Fiquei a noite inteirinha 

Ao lado da moreninha esperando as águas baixar Enquanto as águas baixava, eu tomava 

 

café quente 

Muitos beijos e abraços, aumentava o amor da gente 

E eu pedindo ao São Pedro, que aumentasse a enchente: 

São Pedro eu estou gostando As águas pode ir aumentando e meu amor fica contente

 

Falado: 

"É meus amigos, as águas do São francisco me impediram de 

atravessar a ponte

e eu voltei pra casa do meu amor, e isto eu achei bom demais".

Fechar Janela

Olhando em seus olhos

Foi olhando nos seus olhos que encontrei a vida

foi olhando nos seus olhos que esse amor nasceu

foi olhando nos seus olhos que alimentei todos os sonhos meus

Olhando nos seus olhos vi quando esse amor morreu

foi a sua boca que um dia disse eu te amo

foi da sua boca que ouvi frases de amor

foi na sua boca que guardei todos os beijos meus

e hoje essa mesma boca vem dizer adeus

 

refrão

Eu espero, exijo e quero uma explicação

nao é justo que meu coração

sofra tanto sem saber porque

nao me esconda, me responda onde vacilei

o que me destes que eu nao te dei

se aprendi amar foi com você.

Fechar Janela

Pagode em Brasilia

Quem tem mulher que namora

quem tem burro impacador

quem tem a roça no mato me chame

que jeito eu dou

eu tiro a roça do mato sua lavoura melhora

e o burro empacador eu corto ele de espora

e a mulher namoradeira eu passo o coro e mando embora

Tem prisioneiro inocente no fundo de uma prisão

tem muita sogra increnqueira e tem violeiro embruião

pro prisioneiro inocente eu arranjo advogado

e a sogra increnqueira eu dou de laço dobrado

e o violeiro embruião com meus versos estão quebrados

Bahia deu Rui Barbosa

Rio Grande deu Getúlio

Em minas deu Jucelino

de São Paulo eu me orgulho

baiano não nasce burro e gauchão rei das cochilhas

Paulista ninguém contesta é um brasileiro que brilha

Quero ver cabra de peito pra fazer outra brasília

No Estado de Goiás meu pagode estou mandando

No Bazar do Vardomiro em Brasília o soberano

No repique da viola balancei o chão goiano

Vou fazer a retirada e despedir dos paulistano

 

Adeus que eu já vou me embora que goiás tá me chamando.

Fechar Janela

Lá no pé da serra

Fiz uma casinha branca

Lá no pé da serra

Prá nós dois morar

Fica perto da barranca

Do Rio Paraná

A paisagem é uma beleza

Eu tenho certeza

Você vai gostar

Fiz uma capela

Bem do lado da janela

Prá nós dois rezar

Quando for dia de festa

Você veste o seu vestido de algodão

Quebro meu chapéu na testa

Para arrematar as coisas do leilão

Satisfeito eu vou levar

Você de braço dado

Atrás da procissão

Vou com meu terno listrado

Uma flor do lado e meu chapéu na mão

Vou com meu terno listrado

Uma flor do lado e meu chapéu na mão.

Fechar Janela

Porta do mundo

O som da viola bateu

No meu peito doeu

Meu irmão

Assim eu me fiz cantador

Sem nenhum professor

Aprendi a lição

São coisas divinas do mundo

Que vêm num segundo a sorte mudar

 

Trazendo pra dentro da gente

As coisas que a mente

Vai longe buscar

 

Tem versos que fala e canta

O mal se espanta

E a gente é feliz

No mundo das rimas e trovas

Eu sempre dei provas

Das coisas que fiz

Por muitos lugares passei

Mas nunca pisei em falso no chão

 

Cantando interpreto a Poesia

Levando alegria onde há solidão ( BIS )

 

O destino é o meu calendário

E o meu dicionário

É a inspiração

A porta do mundo é aberta

Minha alma desperta

Buscando a canção

Com minha viola no peito

Meus versos são feitos

Pro mundo cantar

 

É a luta de um velho talento

Menino por dentro

Sem nunca cansar.

Fechar Janela

Telefone mudo

Eu quero que risque meu nome da sua agenda

Esqueça o meu telefone, não me ligue mais

Porque já estou cansado de ser o remédio

Pra curar seu tédio

Quando seus amores não lhe satisfazem

 

Cansei de ser o seu palhaço

Fazer o que sempre quis

Cansei de curar sua fossa

Quando você não se sentia feliz

 

Por isso é que decidi

O meu telefone cortar

Você vai discar várias vezes

Telefone mudo não pode chamar.

CARRENGADO...