Eduardo Costa - Site Oficial

Menu

Voltar para Discografia

CD/DVD - Cabaré Leonardo e Eduardo Costa

Imagem do cd Comprar Álbum
Fechar Janela

Seu Amor Ainda é Tudo

Muito prazer em revê-la
Você está bonita
Muito elegante, mais jovem
Tão cheia de vida

Eu ainda falo de flores
E declamo seu nome
Mesmo meus dedos me traem
E disco seu telefone

É minha cara, eu mudei minha cara
Mas por dentro eu não mudo
O sentimento não para
A doença não sara
Seu amor ainda é tudo, tudo

Daquele momento até hoje esperei
Você
Daquele maldito momento até hoje
Só você

Eu sei que o culpado de não ter você
Sou eu
E esse medo terrível de amar outra vez
É meu

Sei não devia dizer
Disse: perdoa
Bem que eu queria encontrar
E sorrir numa boa

Mas convenhamos a vida nos faz
Tão pequenos
Nos preparamos pra muito
E choramos por menos

É minha cara, eu mudei minha cara
Mas por dentro eu não mudo
O sentimento não para
A doença não sara
Seu amor ainda é tudo, tudo

Daquele momento até hoje esperei
Você
Daquele maldito momento até hoje
Só você

Eu sei que o culpado de não ter você
Sou eu
E esse medo terrível de amar outra vez
É meu

Fechar Janela

Ainda Ontem Chorei de Saudade

Você me pede na carta
Que eu desapareça
Que eu nunca mais te procure
Pra sempre te esqueça
Posso fazer sua vontade
Atender seu pedido
Mas esquecer, é bobagem
É tempo perdido

Ainda ontem chorei de saudade
Relendo a carta, sentindo o perfume
Mas que fazer com essa dor que me invade
Mato esse amor ou me mata o ciúme

O dia inteiro te odeio, te busco, te caço
Mas em meu sonho de noite, eu te beijo e te abraço
Porque os sonhos são meus, ninguém rouba e nem tira
Melhor sonhar na verdade
Que amar na mentira

Ainda ontem chorei de saudade
Relendo a carta, sentindo o perfume
Mas que fazer com essa dor que me invade
Mato esse amor ou me mata... O ciúme

Fechar Janela

Último Adeus

Esta é a última vez que lhe vejo
Somente vim dizer adeus e partir
Não vou nem sequer pedir um beijo,
Sei que seria inútil pedir
Não precisa mais virar o rosto
Nem tratar-me com desprezo assim,
Sei que em seu coração tem outro
Não existe mais lugar prá mim

Perdi a ilusão da vida porque
Seu carinho para sempre eu perdi
O meu sonho de amor morreu
Quando no seu coração eu morri

Não precisa mais virar o rosto
Nem tratar-me com desprezo assim,
Sei que em seu coração tem outro
Não existe mais lugar prá mim

Perdi a ilusão da vida porque
Seu carinho para sempre eu perdi
O meu sonho de amor morreu
Quando no seu coração eu morri

Fechar Janela

Princesa

Ao te ver pela primeira vez
Eu tremi todo
Uma coisa tomou conta
Do meu coração

Com esse olhar meigo
De menina
Me fez nascer no peito
Esta paixão

E agora não durmo direito
Pensando em você
Lembrando seus olhos bonitos
Perdidos nos meus

Que vontade louca
Que eu tenho
De tê-la comigo
Calar sua boca bonita
Com um beijo meu

Princesa!
A deusa da minha poesia
Ternura da minha alegria
Nos meus sonhos quero te ver
Princesa!
A musa dos meus pensamentos
Enfrento a chuva o mau tempo
Pra poder um pouco te ver

E agora não durmo direito
Pensando em você
Lembrando seus olhos bonitos
Perdidos nos meus

Que vontade louca
Que eu tenho
De tê-la comigo
Calar sua boca bonita
Com um beijo meu

Princesa!
A deusa da minha poesia
Ternura da minha alegria
Nos meus sonhos quero te ver
Princesa!
A musa dos meus pensamentos
Enfrento a chuva o mau tempo
Pra poder um pouco te ver

 

Fechar Janela

As Paredes Azuis

Já se vai mais de uma semana sem você
E eu aqui lutando pra esquecer
Tentando enganar meu coração

Entre nós tudo se tornou um caso sério
Que por fim foi terminar em adultério
Que muita gente chama de traição

Aqui todas paredes são azuis
Aquela mesma cor que escolhemos
Tudo ainda está do mesmo jeito
Apenas seu amor que hoje é menos

Resta uma saudade sem igual
Fumaça de cigarro em caracol
O gosto do seu corpo está na boca
Seu cheiro ainda está no meu lençol

Olha aqui, que espécie de amor você me deu
Me fez gostar assim e me esqueceu
Me fez acreditar sem merecer

Olha aqui, pintamos de azul nossas paredes
Deixou minha esperança toda verde
Depois tirou a cor do meu viver

Aqui todas paredes são azuis
Aquela mesma cor que escolhemos
Tudo ainda está do mesmo jeito
Apenas seu amor que hoje é menos

Resta uma saudade sem igual
Fumaça de cigarro em caracol
O gosto do seu corpo está na boca
Seu cheiro ainda está no meu lençol

Fechar Janela

Borbulhas de Amor

Tenho um coração
Dividido entre a esperança e a razão
Tenho um coração
Bem melhor que não tivera

Esse coração
Não consegue se conter ao ouvir tua voz
Pobre coração
Sempre escravo da ternura

Quem dera ser um peixe
Para em teu límpido aquário mergulhar
Fazer borbulhas de amor pra te encantar
Passar a noite em claro
Dentro de ti

Um peixe
Para enfeitar de corais tua cintura
Fazer silhuetas de amor à luz da lua
Saciar esta loucura
Dentro de ti

Canta, coração
Que esta alma necessita de ilusão
Sonha, coração
Não te enchas de amargura

Esse coração
Não consegue se conter ao ouvir tua voz
Pobre coração
Sempre escravo da ternura

Uma noite
Para unirnos até o fim
Cara a cara, beijo a beijo
E viver para sempre
Dentro de ti

Fechar Janela

Vestido de Seda

Meu bem eu queria que você voltasse ao menos pra buscar
Alguns objetos que na despedida você não levou
Um batom usado caido no canto da penteadeira
Um vestido velho cheio de poeira
Jogado no quarto com marcas de amor

Vestido de seda o seu manequim também te deixou
Ai no cantinho não tem mais valor
Se não tem aquela que tanto te usou
Eu também não passo de um trapo humano sem minha querida
Usado e jogado num canto da vida
Não sei o que faço sem meu grande amor
Eu já nem acendo a luz do meu quarto quando vou deitar
Porque no escuro não vejo no espelho meus olhos chorando
Não vou na cozinha pra não ver dois copos vazios na mesa
Fazendo lembrar com tanta tristeza
Da última noite que nós nos amamos

Fechar Janela

Um degrau na Escada

Estou sozinho, livre outra vez
O amor se desfez
Não.. não deu em nada
Você e eu tudo aconteceu
Não fui nada mais
Que um degrau na escada
Pensamentos absurdos
Caiu o meu mundo

Ainda estou sentindo falta de você
Eu sei que não tem jeito não tem nada a ver
Eu tenho simplesmente que seguir a minha estrada
Quem sabe eu ache alguém para me fazer feliz
Que queira tudo aquilo que você não quis
Que saiba dar valor ao meu amor
E que me queira bem

Não tem mais volta
Foi ponto final
Quebrou o cristal
É não tem mais conserto
Pensamentos absurdos
Caiu o meu mundo

Ainda estou sentindo falta de você
Eu sei que não tem jeito não tem nada a ver
Eu tenho simplesmente que seguir a minha estrada
Quem sabe eu ache alguém para me fazer feliz
Que queira tudo aquilo que você não quis
Que saiba dar valor ao meu amor
E que me queira bem

Pensamentos loucos
Que povoam esta minha solidão
O sonho disse não
Ainda estou sentindo falta de você

Fechar Janela

Paixão de Um Homem / Dama de Vermelho

Amigo,
Por favor, leve essa carta
E entregue àquela ingrata
E diga como estou
Com os olhos rasos d'água
E o coração cheio de mágoa
Estou morrendo de amor

Amigo,
Eu queria estar presente
Para ver o que ela sente
Quando alguém fala em meu nome
Eu não sei se ela me ama
Eu só sei que ela maltrata
O coração de um pobre homem

Amigo,
Se essa cartinha falasse
Pra dizer àquela ingrata
Como está meu coração
Vou ficar aqui chorando
Pois um homem quando chora
Tem no peito uma paixão
Vou ficar aqui chorando
Pois um homem quando chora
Tem no peito uma paixão

Fechar Janela

Sonhei com Você

Depois de muito tempo acordado
Já cansado de tanto sofrer
Esta noite eu dormi um pouquinho
Sonhei com você
Você apareceu em meu quarto
E sorrindo me estendeu a mão
Se atirou em meus braços e beijou-me com emoção.

E matando a paixão recolhida
Num delírio de felicidade
Em soluço você me dizia:
Amor que saudade
De repente em menos de um minuto
Você se transformou num vulto e logo desapareceu
De repente em menos de um minuto
Você se transformou num vulto e logo desapareceu.

REFRÃO
Quando acordei não te vi, que desespero
Minhas lágrimas molharam a fronha do meu travesseiro
Meu bem como é maravilhoso sonhar com você
Amor como é triste acordar e não te ver.

E matando a paixão recolhida
Num delírio de felicidade
Em soluço você me dizia:
Amor que saudade
De repente em menos de um minuto
Você se transformou num vulto e logo desapareceu
De repente em menos de um minuto
Você se transformou num vulto e logo desapareceu.

Fechar Janela

Como eu chorei

Eu nunca pensei
Que tivesse fim
O amor que você,
Demonstrou à mim
Foi tudo mentira
Eu acreditei
Você me enganou, me abandonou
Juro que chorei, juro que chorei
Vivo a implorar, mas você não quer
Com meu coração faz tudo que quer
Mas o tempo passa, ei te esquecer
Eu sou infeliz, mas serei feliz
Sim, você vai ver, e você vai ver
Você não pensou no mal que me fez
Só espero um dia, chegar minha vez
Você vai sentir a falta de mim
Você vai chorar, mas eu não vou ligar
Vou fazer assim
Sem o meu carinho
Você não vai ficar
Vai sentir saudade, vai querer voltar
Mas juro por Deus
Não lhe aceitarei, pois eu quero ainda
Ver você chorar,
Como eu chorei

Fechar Janela

Quem será seu outro amor?

Vi os seus olhos brilhando de tanto amor
Então resolvi me entregar completamente
Você se tornou o meu mundo e a mais pura verdade
Felicidade eu conheci lhe amando loucamente

Você me ensinou os caminhos do amor verdadeiro
Tudo que você dizia eu acreditava
Quase morri no momento em que fiquei sabendo
Que lhe perdendo para outro eu estava

Quem será seu outro amor
Porque me traiu desse jeito
Vem arrancar essa dor que você colocou
Dentro do meu peito

Fechar Janela

Blusa Vermelha

Quando olho na parede e vejo seu retrato
As lágrimas banham meu rosto num pranto sem fim
Sento na cama e fico sozinho no quarto
Vem a saudade maldita e se apossa de mim
Levanto vou no guarda-roupa e abro as portas
Vejo a blusa vermelha que você deixou
Aí então o desespero rouba minha calma
Eu saio pra rua e até minha alma
Chora em silêncio ao sentir minha dor
Deus oh senhor poderoso eu lhe faço um pedido
Mande um alívio a esse coração que sofre
Se ela um dia regressar eu lhe agradeço
Porém padecer como eu padeço
Prefiro mil vezes que me mande a morte

Fechar Janela

De igual pra Igual

Você mentiu, quando jurava para mim fidelidade
Fui apenas um escravo da maldade
Você quis, você lutou e conseguiu
Você feriu, os sentimentos que a ti eu dediquei
Quantas vezes o seu pranto enxuguei
Por pensar que era por mim que chorava

Você fingiu, você brincou com a minha sensibilidade
É o fim do nosso caso na verdade
Só nos restam recordações

Não toque em mim, hoje descobri que você não é nada
Não podemos seguir juntos nesta estrada
É o fim do amor sincero que senti
Mas aprendi, fazer amor pra te ferir sem sentir nada
Enquanto eu amava você me enganava
De igual pra igual quem sabe a gente pode ser feliz
Ser feliz

Fechar Janela

Liguei pra Dizer que te amo

Já é tarde,
É quase madrugada e eu não dormi
Com você no pensamento a insistir
Que eu não durma sem falar contigo

Só liguei,
Liguei pra te dizer que eu te amo
Que os momentos que felizes nós passamos
Se morrer irá morrer junto comigo

E ao dormir sozinha estiver em seus lençóis
Abrace o travesseiro e pense em nós
Na impressão irá sentir o meu calor
Vai, agora já te ouvi posso sonhar
Sentir as tuas mãos a me afagar
Vivendo a paz desse amor

Como pode,
Dois seres como nós vivendo assim
Eu louco por você e você por mim
E agora tão distante sem amor

Vá dormir,
E sonhe com nós dois no paraíso
De mãos dadas caminhando no infinito
E pra sempre desfrutando desse amor

E ao dormir sozinha estiver em seus lençóis
Abrace o travesseiro e pense em nós
Na impressão irá sentir o meu calor
Vai, agora já te ouvi posso sonhar
Sentir as tuas mãos a me afagar
Vivendo a paz desse amor

Fechar Janela

Na Hora do Adeus

Na hora do adeus, você olhou pra mim
E não acreditou, ao ver chegar o fim
Tentou me seduzir, chorando me agarrou
Teu corpo ofereceu, pediu e suplicou
E perguntou, Porque?
Mas eu não respondi
Só pra não te ofender, disse adeus e sai
Sai da tua vida, eu só representava
O cheque no final do mês
Você não respeitou quem te amou demais
Só abusou de mim e me passou pra trás
Sai da tua vida de cabeça erguida
Coisa que você não fez
Eu já chorei de mais agora vem a sua vez
Eu acho que vai ser melhor
Melhor pros três

E perguntou, Porque?
Mas eu não respondi
Só pra não te ofender, disse adeus e sai
Sai da tua vida, eu só representava
O cheque no final do mês
Você não respeitou quem te amou de mais
Só abusou de mim e me passou pra trás
Sai da tua vida de cabeça erguida
Coisa que você não fez
Eu já chorei de mais agora vem a sua vez
Eu acho que vai ser melhor
Melhor pros três

CARRENGADO...